Skip to content
Metodologia Científica

Métodos de Abordagem

Os métodos gerais ou métodos de abordagem oferecem ao pesquisador normas genéricas destinadas a estabelecer uma ruptura entre objetivos científicos e não científicos (ou de senso comum). (PRODANOV; FREITAS, 2013).

O método de abordagem se caracteriza por uma abordagem mais ampla, em nível de abstração mais elevado, dos fenômenos da natureza e da sociedade. (MARCONI; LAKATOS, 2018).

Os métodos de abordagem esclarecem acerca dos procedimentos lógicos que deverão ser seguidos no processo de investigação científica dos fatos da natureza e da sociedade. São, pois, métodos científicos desenvolvidos a partir de elevado grau de abstração, que possibilitam ao pesquisador decidir acerca do alcance de sua investigação, das regras de explicação dos fatos e da validade de suas generalizações. Cada método se vincula a uma das correntes filosóficas que se propõem a explicar como se processa o conhecimento da realidade. Por exemplo, O método dedutivo relaciona-se com o racionalismo, o método indutivo com o empirismo, o método hipotético-dedutivo com o neopositivismo, o método dialético com o materialismo dialético e o método fenomenológico,naturalmente, com a fenomenologia. A adoção de um outro método depende de muitos fatores: da natureza do objeto que se pretende pesquisar, dos recursos materiais disponíveis, do nível de abrangência do estudo e sobretudo da inspiração filosófica do pesquisador. (GIL, 2019).

—————————

Referências Bibliográficas:

GIL, Antonio Carlos. Métodos e Técnicas de Pesquisa Social. 7. ed. São Paulo: Atlas, 2019.

MARCONI, Marina de Andrade; LAKATOS, Eva Maria. Metodologia do Trabalho Científico. 8. ed. São Paulo: Atlas, 2018.

PRODANOV, Cleber Cristiano.; FREITAS, Ernani Cesar de Freitas. Metodologia do Trabalho Científico [recurso eletrônico]: métodos e técnicas da pesquisa e do trabalho acadêmico. 2. ed. Novo Hamburgo: Feevale, 2013.

error: O conteúdo deste site tem direitos autorais

Send this to a friend